.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Dia Nacional do Doente co...

. Sistema Cárdio-Respiratór...

. Ano Internacional do Sane...

. Dia Mundial da Saúde 2008

. Leucócitos

. Sangue

. The Human Body: Nervous S...

. Sistema Nervoso

. HIV / SIDA

. HIV / SIDA

.arquivos

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Contador de Visitas

empresas
empresas
blogs SAPO

.subscrever feeds

Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

Atitudes Promotoras da saúde

Atitudes Promotoras Da Saúde

 

A OMS (Organização Mundial de Saúde) define promoção de saúde com processo através do qual as pessoas se tornam capazes de aumentar o controlo sobre os determinantes de saúde e, assim, desenvolver a sua própria saúde. 

O que são determinantes de saúde?

         São os factores que beneficiam a saúde e que quando estão ausentes provocam doenças ou prejudicam a qualidade de vida.

 

Podemos e prevenir a doença e promover a saúde através de atitudes positivas:

·        Vacinação e vigilância médica periódica -  para obtenção de defesas, e prevenção de doenças.

As vacinas são as ferramentas mais poderosas que existem para combater as doenças. Protegem milhões de crianças e adultos das doenças que ameaçam as suas vidas. As visitas periódicas ao médico são também muito importantes para a defesa e prevenção de doenças.

 

·         Higiene individual e colectiva – Para que tenhamos uma boa qualidade de vida é necessária uma boa higiene corporal, oral e ainda o uso de vestuário confortável. A higiene é um  importante meio de comunicação para um relacionamento saudável com os outros. A higiene consiste numa prática de grande benefício para os seres humanos. No sentido mais comum, significa: limpeza, asseio. Num sentido mais amplo, compreende todos os hábitos e condutas que auxiliam a prevenir doenças, manter a saúde e o bem-estar dos indivíduos. O aumento dos padrões de higiene tem sido responsável pela prevenção de inúmeras doenças físicas. Por essas e outras razões a O.M.S. recomenda asseio e limpeza nos locais em que vivemos, bem como uma série de hábitos que envolvem mudanças de comportamento frente ao meio circundante, como forma de se evitar a propagação dessas doenças:

·         Tomar banho regularmente;

·         Lavar as mãos sempre antes  das refeições e após ir à casa de banho;

·         Manter as unhas bem cortadas;

·         Os dentes e a boca devem ser lavados depois da ingestão de alimentos, usando um dentífrico com flúor;

·         Lavar bem nossas roupas;

·         Lavar bem os alimentos frescos;

·         Fazer uma alimentação equilibrada e consumir apenas alimentos que se encontrem nas melhores condições;

·         Beber água da companhia ou de garrafa, evitando a de rios, riachos ou mesmo fontes. As águas de fontes e poços só devem ser consumidas se forem sujeitas a análises regulares;

·         Permitir a circulação de ar e entrada de luz nos ambientes;

·         Evitar o acumular de objectos sem organização, que predispõem a acidentes.

Obtido em "http://pt.wikipedia.org/wiki/Higiene

Esses são cuidados simples, porém, tem resultado na preservação da saúde de muitas comunidades de pobres ao redor do mundo.

 

 

·        Uma vida equilibrada, ou seja, o ser humano necessita de equilíbrio físico e emocional, principalmente a nível das camadas mais jovens pois para eles é muito importante o lugar que ocupam na família e no grupo de amigos.

Se hoje o bem-estar físico é a grande preocupação de muitos, o bem-estar interior já não é relegado para segundo plano. Ansiedade, irritabilidade, fadiga, stress, são verdadeiros impedimentos à realização humana, pondo em causa a harmonia entre corpo e mente. Os técnicos de saúde, médicos, nutricionistas, a própria família, os amigos podem proporcionar um bem-estar físico e emocional.

·        Exercício físico – A actividade física, bem orientada, previne doenças, nomeadamente as cardiovasculares e os desportos colectivos favorecem a socialização. A actividade física regular controlada por profissionais da Educação Física está associada directamente a melhorias da saúde e condições físicas dos praticantes. A redução dos níveis de ansiedade, stress, um sistema imunitário fortalecido, tornando o organismo menos sujeito a doenças bem como o cancro e causar ao seu tratamento redução das náuseas e a dor. Sendo que a inactividade física associada a dietas inadequadas, ao tabagismo, ao uso do álcool e outras drogas são determinantes na ocorrência e progressão de doenças crónicas que trazem vários prejuízos ao ser humano, como, por exemplo, redução na qualidade de vida e morte prematura nas sociedades contemporâneas, principalmente nos países industrializados.

 

   

 

 

 

·        Alimentação equilibrada – uma alimentação correcta deve, também, variar em função da idade, da profissão e do estado de saúde de cada um.

Em geral é necessário consumir legumes, frutos, peixe e leite. As gorduras e açúcares devem ser reduzidos ao mínimo. A ingestão de bebidas alcoólicas deve ser moderada e apenas por indivíduos saudáveis; é absolutamente proibida a ingestão antes dos 16 anos, já que pode provocar danos irreversíveis ao nível do sistema nervoso;

 

   

·        Zonas verdes – são importantes para combater a poluição e são locais privilegiados de convívio e lazer. O contacto com a Natureza é importante para diminuir o stress.

 

  

·        Combate à poluição – a poluição é a causadora directa de muitas doenças principalmente as respiratórias. Nas cidades a principal fonte de poluição atmosférica é o uso do automóvel. É por isso importante deslocarmo-nos de bicicleta ou a pé, pois assim, defendemos a nossa saúde e a do ambiente. Quando tal não é possível também protegemos o ambiente utilizando os transportes públicos em detrimento do automóvel;

 

 

·        Combate à violência – a violência (física e psicológica), a insegurança e os maus-tratos afectam gravemente a saúde das pessoas. As formas de exercer violência sobre uma criança são várias: maus-tratos físicos, psicológicos, abuso sexual, negligência, indiferença, falta de carinho, protecção e amor, exploração através do trabalho infantil e da mendicidade.

 

 

Saúde é algo que podemos influenciar com as opções que fizermos ao longo da vida. Se cumprirmos determinadas regras de higiene e praticarmos um modo de vida saudável estamos a contribuir para a manutenção da saúde e para melhorar o seu estado.

 

         Todos nós podemos contribuir para a transmissão de conhecimentos no âmbito da prevenção e promoção da saúde.

         Este grupo de trabalho quis também contribuir para o bem - estar das pessoas divulgando de uma forma simples atitudes promotoras de saúde.

 

 

 

 

 

 

 

 

Trabalho realizado por: Célia Nogueira

                                      David Mil-Homens

                                      Beni

                                      Soraia Monteiro

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por EscolaJNJ às 21:23

link do post | comentar | favorito
|